🌲 RITUAL COMPLETO PARA YULE 🔔

🌲 RITUAL COMPLETO PARA YULE 🔔

Por MysticBox - Uma Experiência Mística      20/06/2017 15:42:44    
🦌 RITUAL COMPLETO PARA YULE 🌲

Yule ou Solstício de Inverno
Junho - Hemisfério Sul
Dezembro – Hemisfério Norte
 
Esse é o solstício de Inverno, a noite mais longa do ano, a partir desse dia, o Sol se aproxima da Terra, e a escuridão do inverno começa ir embora. É desta data antiga que se originou o natal cristão. Nesta época, a Deusa dá a Luz o deus, que é reverenciada como a Criança Prometida. O nascimento do deus menino, filho de um deus maior, aquele que trará a esperança a Terra. O hábito de trazer pinheiros para dentro de casa é um hábito totalmente pagão: o pinheiro, o azevinho e tantas outras árvores tão utilizadas no natal são árvores cujas as folhas estão perenes e sempre verdes, e por isso, simbolizam a continuação da vida. Em Yule é tempo de reencontrarmos nossas esperanças, pedindo para que os Deuses rejuvenesçam nossos corações e nos deem forças para nos libertarmos das coisas antigas e desgastadas. O Deus Sol partiu para a Terra do Verão em Samhain, mas dentro do sagrado caldeirão do renascimento ele se transforma e retorna como a Divina Criança da Luz em Yule.
Após o Samhain, os Bruxos celebram o Yule, completando
assim o ciclo do ano.
 
Material utilizado:
 
☾ Louro, Cardo Santo, casca de Cedro ou folhas de Eucaliptos;
☾ Velas vermelhas, verdes e douradas;
☾ Caldeirão;
☾ Sino;
☾ Pedras olho de gato, granada e esmeralda;
☾ Incenso de Alecrim;
☾ Taça com suco de maçã ou uva ou chá de hibisco;
☾ Bolos de frutas, nozes ou pães de grãos;
☾ Pequena árvore representando pinheiro enviada pela MysticBox.
 
Ritual:
Espalhe as ervas pelo altar e reserve um pouco do louro. Coloque no caldeirão (deixe-o no altar e sobre uma superfície à prova de fogo, ou diante do altar se for muito grande) uma pequena vela (ou um pedaço de uma vela) em seu interior sem acender. Coloque o louro reservado dentro do caldeirão. Em rituais externos, prepare uma fogueira sob o caldeirão, a ser acesa durante o ritual.
Prepare o altar, acenda as velas e o incenso, crie o círculo como de costume. Invoque a Deusa e o Deus.

De pé, diante do caldeirão, contemple seu interior.
Toque o sino.
Diga estas palavras:

Não me aflijo, embora o mundo esteja envolto em sono.
Não me aflijo, embora os ventos gélidos soprem.
Não me aflijo, logo isto também será passado.
 
Acenda a vela do caldeirão, usando fósforos longos ou uma vela. Enquanto as chamas crepitam, diga:
 
Acendo este fogo em Sua honra, Deusa mãe.
Você criou vida a partir da morte; o calor do frio;
O sol vive novamente; o tempo de luz está crescendo.
Bem-vindo, Deus Solar que sempre retorna!
Salve, mãe de Tudo!
 
Circule o altar e o caldeirão lentamente, no sentido horário, observando as chamas. Repita as palavras abaixo por algum tempo:
A roda gira, o poder queima.

Medite sobre o Sol, sobre as energias ocultas que adormecem durante o inverno, não apenas na Terra, mas em nós mesmos. Pense no nascimento não como o início da vida, mas sim como sua continuação. Dê as boas-vindas ao retorno do Deus.
Após algum tempo, pare e, novamente de pé diante do altar e do caldeirão no fogo, diga:
 
Grande Deus do Sol,
Saúdo o Teu retorno.
Que brilhes sobre a Deusa;
Que brilhes sobre a Terra,
Espalhando as sementes e fertilizando o solo.
A Ti Todas as bênçãos,
Ô Renascido do Sol!
 
Enquanto medita sobre o significado e a simbologia desta festividade, enfeite a sua árvore de Yule com o kit que a acompanha. Sinta a leveza e a harmonia envolvidos enquanto decora sua árvore.
Uma prática tradicional do Yule é a criação de uma árvore do Yule. Pode ser uma árvore viva, envasada e que possa posteriormente ser plantada no solo, ou mesmo uma cortada ou até mesmo a representação de uma árvore. A escolha é sua.
 
 

Trabalhos de magia e consagrações, se necessários, podem-se seguir.
Celebre o Banquete Simples. Beba o conteúdo do Cálice e deixe um pouco para oferecer a alguém ou para ofertar a Terra.
Desfaça o círculo agradecendo e dispensando a presença e ajuda dos Deuses e energias que estiverem presentes e toque mais uma vez o sino para encerrar o Sabbat.

Quando terminar os Sabbats:
✭ Sempre coma os alimentos que foram consagrados no ritual e se possível, divida com os seus queridos.
✭ Tudo o que foi consagrado como velas, ramos de trigos, ervas, pétalas que não foram utilizadas, devem ser distribuídas as pessoas que você gosta.
✭ A libação sempre deverá ser feita ao término da realização do Sabbat.
✭ Sobras de velas, incensos, água, sucos, bebidas etc., devem ser deixados em um canteiro de flores ou plantas.
✭ Sempre trace o círculo no início e final dos rituais e desfaça-o quando terminar.
 
 Fontes consultadas:
- Cunningham, Scott (2001). Guia Essencial da Bruxa Solitária. São Paulo: Gaia, 3ª Edição.
- Prieto, Claudiney (1999). Wicca – Ritos e Mistérios da Bruxaria Moderna. São Paulo: Germinal.
- Varuna, Isis. - GRIMOIRE -.
 

Comente

2016 Copy - MysticBox - Todos os Direitos Reservados

Plataforma para clubes: Plataforma para Clube de Assinaturas