❂ Ritual completo para Lughnasadh ❂

❂ Ritual completo para Lughnasadh ❂

Por MysticBox - Uma Experiência Mística      03/02/2017 15:10:53    
 
❂Ritual de Lughnasadh❂
by Isis Varuna - Fevereiro 2017

Este é o primeiro dos três Sabbats da colheita. Lughnashad era uma festa tipicamente agrícola, onde se agradecia pela primeira colheita do ano. Lugh é o Deus Sol na mitologia celta, ele é o maior dos guerreiros, que derrotou gigantes que exigiam sacrifícios humanos do povo. A tradição pede que sejam feitos bonecos com espigas de milho ou ramos de trigo representando os Deuses, que nesse festival, são chamados de Senhor e Senhora do milho. Nessa data deve-se agradecer a tudo o que colhemos até então, sejam coisas boas ou más, pois até mesmo os problemas são veículos para a nossa evolução. O outro nome do Sabbat é Lammas, que significa “A massa de Lugh”. Isso se deve ao costume de se colher os primeiros grãos e fazer um pão que era dividido entre todos.
Este ritual é ideal para fazer feitiços relacionados a fortuna e abundância.

Material utilizado:
☾ Ramos de trigo;
☾ Pães que contenham grãos;
☾ Taça com chá de Camomila;
☾ Velas amarelas;
☾ Frutas como melão, bananas e abacaxi;
☾ Ervas do verão para decorar o altar: verbena, camomila e hibiscus;
☾ Incenso de Sândalo;
☾ Caldeirão;
☾ Álcool;
☾ Papeis com pedidos escritos;
☾ Varinha Mágica.

Ritual:
 
Coloque o caldeirão ao centro do local onde você vai realizar o rito. Espalhe as ervas pelo altar e decore juntamente com os ramos de trigo. Use a camomila para fazer o chá que você colocará na taça
Coloque as frutas, os pães, e algumas velas sobre o altar. Acenda o incenso e consagre o Círculo Mágico de forma usual. Coloque um pouquinho de álcool no caldeirão e acenda-o. Diga as seguintes palavras:

 
“Que neste dia sagrado, onde Lugh é homenageado os meus anseios e desejos se realizem.”
 
Pegue a Varinha Mágica, toque o chão com ela e depois eleve-a aos céus girando no sentido horário dizendo:
 
“Que as sementes germinem, que o solo se fortaleça e torne-se fértil.
Que a vida seja festejada e louvada pelo nome de Lugh,
o Deus Sol, o iluminado e encantado.”

Comece a girar o bastão em torno do Caldeirão no sentido horário, com o papel dos pedidos em suas mãos. Mentalize a concretização dos seus objetivos e acredite que todos os pedidos que foram escritos no papel se realizarão. Quando sentir um entusiasmo profundo em seu interior, jogue os papéis com os pedidos no caldeirão juntamente com um pouco de camomila (erva solar), dizendo:
 
“Nesse fogo, possam os meus desejos se elevarem. O fogo é o símbolo da transmutação e da purificação.
Que através de seu poder tudo em minha vida seja ativado para o meu bem e de todos da Terra!”
 
Olhe profundamente para o fogo que arde no Caldeirão (etapa importante para transmutação), mentalizando com profundidade tudo aquilo que você quer. Pegue a Taça com o chá de camomila, eleve-a aos céus, dizendo:
 
“Oh, Poderoso Lugh, que esta libração seja feita em sua homenagem.”
 
Tome um pouco do chá e derrame um pouco no chão.

Volte ao altar, eleve a Varinha e toque-a nos pães e frutas. Celebre o banquete simples enquanto pensa no significado deste ritual. Não pense nos desejos queimados pelo fogo, quanto mais pensamos neles, mais tempo demorará para o cósmico envia-los aos Deuses.

 
As ervas usadas para decoração podem ser usadas como amuletos, se assim desejar. Recolha-as e guarde-as dentro de um saquinho que pode ser feito com um tecido branco(caso opte por fazer o saquinho, deixe-o pronto no altar). Você pode levar esse saquinho dentro de sua bolsa ou carteira, como amuleto até o próximo Lughnashad.


Desfaça o círculo. Volte a suas atividades normais.

Quando terminar os Sabbats:
✭ Sempre coma os alimentos que foram consagrados no ritual e se possível, divida com os seus queridos.
✭ Tudo o que foi consagrado como velas, ramos de trigos, ervas, pétalas que não foram utilizadas, devem ser distribuídas as pessoas que você gosta.
✭ A libação sempre deverá ser feita ao término da realização do Sabbat.
✭ Sobras de velas, incensos, água, sucos, bebidas etc., devem ser deixados em um canteiro de flores ou plantas.
✭ Sempre trace o círculo no início e final dos rituais e desfaça-o quando terminar.

Fontes consultadas:
- Cunningham, Scott (2001). Guia Essencial da Bruxa Solitária. São Paulo: Gaia, 3ª Edição.
- Prieto, Claudiney (1999). Wicca – Ritos e Mistérios da Bruxaria Moderna. São Paulo: Germinal.
- Varuna, Isis. ~ GRIMOIRE ~.


 

 

Comente

2016 Copy - MysticBox - Todos os Direitos Reservados

Plataforma para clubes: Plataforma para Clube de Assinaturas